domingo, 28 de abril de 2013

E ai, meu irmão?



Quando você perceber que, para produzir, precisa obter a autorização de quem não produz nada; quando comprovar que o dinheiro flui para quem negocia não com bens, mas com favores; quando perceber que muitos ficam ricos pelo suborno e por influência, mais que pelo trabalho e que as leis não nos protegem deles, mas, pelo contrário, são eles que estão protegidos de você; quando perceber que a corrupção é recompensada e a honestidade se converte em auto sacrifício; então poderá afirmar, sem temor de errar, que sua sociedade está condenada.

Ayn Rand

quinta-feira, 25 de abril de 2013

Governos



Quod nihil sit tam infirmum aut instabile quam fama potentiae non sua vi nixa

(Nada é fraco e instável quanto a fama de uma potência que não se apoia na própria força.)


Maquiavel
*Citação do livro O Príncipe

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Mineiros



"Não se fie Vossa Alteza Real em tudo o que lhe disserem os mineiros, pois passam no Brasil pelos mais finos trapaceiros do universo, fazem do preto branco, mormente nas atuais circunstancias em que pretendem mercês e cargos públicos" - José Bonifácio

O presságio, felizmente não se se cumpriu. Os mineiros o acolheram de braços abertos. D. Pedro percorreu Barbacena, São Joao Del Rey, Vila Rica e outras localidades menores. Foi aclamado e festejado por onde passou. Ao chegar em Vila Rica, em vez de enfrentar qualquer resistência, foi recebido de joelhos pelo tenente-coronel Pinto Peixoto, que a partir daquele momento se tornou um de seus aliados. 


Laurentino Gomes
Livro: 1822

quinta-feira, 18 de abril de 2013

segunda-feira, 15 de abril de 2013

sexta-feira, 12 de abril de 2013

Liberdade


Se a lei defender a propriedade, muito mais deve defender a liberdade pessoal dos homens que não podem ser propriedade de ninguém.


José Bonifácio de Andrade e Silva

terça-feira, 9 de abril de 2013

sábado, 6 de abril de 2013

quarta-feira, 3 de abril de 2013

Brasil, 1822?

Em seus negócios, prevalece a astúcia mesquinha e velhaca, principalmente quando efetuadas as transações com estrangeiros, aos quais pedem o dobro do preço que acabarão por aceitar por sua mercadoria, ao passo que procuram desvalorizar o que terão de obter em troca, utilizando-se de todos os artifícios ao seu alcance. Salvo exceções, são pessoas inteiramente destituídas de honra, não possuindo aquele senso geral de retidão que deve presidir toda e qualquer transação entre os homens.

Thomas Lindley
81433a______________SHNK_________________37927